Textos

MERCADO EDITORIAL 1

Tenho feito contato diário com algumas editoras. As respostas, quando não são chorosas e cantando miséria, chegam secas e padronizadas de forma medíocre. Isso quando eles compreendem a necessária dignidade de responder ao autor, o que nem sempre acontece. Não entendo porque alguns cidadãos insistem em manter editoras se não possuem capital para investir na publicação de livros. Muitos me contestam falando de “autopublicação”, o autor que quiser se autopublicar não deveria procurar os intermediários de gráficas que se denominam editoras, deveriam ir direto a uma gráfica especializada, sai mais barato. Na verdade, a cada novo dia, me parece que as editoras brasileiras se comportam como bordéis, onde a prostituta que faz mais programas é a que vale a pena promover.
Alexandre Coslei
Enviado por Alexandre Coslei em 22/02/2018


Comentários